Punição para a Inocência, Agatha Cristie

Punição para a Inocência, Agatha Cristie

Li Punição para a Inocência na Leitura Coletiva do Por-Fora em Outubro, na nova edição da Harper Collins. Claramente me apaixonei pelas cores, a capa dura e o papel de gramatura mais grossa. Em todos da coleção nova, o visual está muito bonito.

Ordeal by Innocence é um romance policial de Agatha Christie, publicado em 1958. Este era um dos dois livros favoritos da autora; o outro era A Casa Torta, publicado em 1949. O legal desse livro é a diferença sobre quem investiga o caso. Na sinopse, seria um cientista. Na prática… Você já vai ver!

O enredo

Punição para a Inocência conta a história de uma família em que o filho supostamente assassinou a mãe e tentou fugir. Ele foi preso e morreu pouco tempo depois. Este crime é relembrado anos depois, quando a única testemunha do álibi do rapaz retorna de sua viagem e confirma que o jovem não foi o culpado. Mas para saber porque essa testemunha não falou antes, só lendo!

Então começamos a ter o trabalho de detetive nós mesmos! Sim, apesar do homem que inocentou o rapaz querer investigar, quem realmente faz o trabalho é o leitor. A história intercala pelos pontos de vista de todos os membros da família. Assim, você descobre o que cada um pensa e junta pistas para descobrir quem é o culpado e livrar os inocentes.

Essa discussão sobre a inocência e como os inocentes sofrem enquanto o culpado não é encontrado é algo muito interessante na obra. Eu gostei muito de como há espaço para essa reflexão, mesmo que seja uma narrativa ágil e focada na solução do crime.

Dois contras

A dinâmica da narrativa é ótima, eu gostei muito de estar no papel de detetive, mas a última página me fez gargalhar. Foi um desfecho muito mal feito, tadinha da Agatha. Mas não compromete a história, pode ler sem medo!

Mas existe um problema: erros de revisão e/ou tradução, aqui e ali. A edição pode estar linda, mas estes erros, vindos de uma editora como a Harper Collins, é um pouco decepcionante. Havia até uma frase inteira em francês que ninguém do clube de leitura entendeu porque não havia tradução. Então, a edição está linda, mas precisa dessa re-revisão.

Enfim…

Há uma série da BBC que descobri recentemente, adaptação do livro. Ela está disponível no Globoplay! Tem Bill Nighy (Piratas do Caribe, Questão de Tempo, Harry Potter) no elenco!

Agatha Cristie é aquela leitura gostosa, rápida e de devorar em um fim de semana. Ótima diversão, passatempo e até para introduzir a leitura aos jovens! Agatha sempre vai ser a mestra em espalhar pistas que ninguém vê até a hora H!

Letícia Wilhelm

Escritora, formada em Letras e professora de língua inglesa. Gostaria de rodar o mundo e, mais ainda, criar um próprio para que outros possam visita-lo. Curte observar as pequenas coisas da vida e às vezes contá-las em histórias. Gosta de café e chocolate, de ver a chuva caindo e das tardes laranjas de outono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *