Será que vale a pena ter um leitor digital?

Será que vale a pena ter um leitor digital?

Você certamente já conhece os livros digitais, ou e-books. No mundo informatizado de hoje, eles ganham cada vez mais espaço, inclusive pelo seu preço (às vezes) mais em conta. Mas será que você já se deparou com um leitor digital, ou e-reader? Muita gente que conheço nunca tinha visto até me ver com um, mas talvez você o conheça: um aparelho pequeno, fino, de tamanho entre um tablet e um celular, feito para a leitura de livros. E aí você se pergunta: será que vale a pena ter um leitor digital? Continue lendo e você verá para que serve, quais as opções e, claro, se vale a pena!

O que são leitores digitais?

Você deve estar se perguntando “como assim, não é tipo um tablet?”. Sim e não. De fato, o leitor digital parece com um tablet em formato e tamanho e pela questão “touch”. Porém as funcionalidades e a tela tem grandes diferenças.

Em um tablet você tem, basicamente, um celular grande ou um computador pequeno (dependendo de como você o usar). Você pode, por exemplo, jogar, escrever, assistir a diversos conteúdos, usar redes sociais, e até fazer ligações em alguns modelos, entre muitas outras funções. Por ele variar em polegadas, pode ter telas médias a bem grandes. Além disso, as telas possuem brilho. Aquela famosa luz azul que, inclusive, os médicos vivem dizendo que deveríamos nos expor menos a ela.

vale a pena ter um leitor digital?

Um leitor digital, em geral, não é muito grande, mas é maior que um celular (a primeira vantagem entre ele e a leitura em um celular está aí). Tem acesso a internet para poder encontrar sua biblioteca de livros na nuvem (chegarei lá), mas não faz muito mais do que isso. E o que você pode fazer nele é, bem, ler. Com funções relacionadas à leitura. O bom disso é que você não vai se distrair com notificações de aplicativos, por exemplo.

O mais interessante, que traz a grande diferença entre ler nele e em um tablet, é a tela. Os leitores digitais não possuem este brilho das telas de outros eletrônicos. Ao invés, usam uma tecnologia que faz com que ela pareça uma página com tinta, como um livro. E a cada vez que você muda de página, a tinta some e se rearranja – um efeito que sempre deixa todo mundo fascinado. Ah, e esta tela é em preto e branco! No exterior existe, por exemplo, o leitor da Barnes & Noble que é em cores, mas por aqui não há ainda.

Vale ressaltar que alguns modelos possuem luz led embutida, para leitura no escuro. É como aquelas lanterninhas de prender em livro mesmo, mas ela está no dispositivo e faz uma iluminação que não prejudica a visão como outros aparelhos.

Quais as vantagens do leitor digital?

Além da tela menos agressora aos olhos, um leitor digital é uma forma leve de carregar muitos livros. Se você é do tipo que anda sempre com um livro ou pretende criar o hábito de ler em todo lugar, esta é uma forma prática de andar com seus livros sem carregar peso. Afinal, imagina se você for ler Game of Thrones o peso que vai evitar carregar? Se você estuda e precisa ler muitos livros e apostilas, também rola uma economia em xerox e um agradecimento por parte da sua coluna.

Além disso, se você não tem espaço em casa para guardar livros, você pode manter uma biblioteca digital. Os leitores digitais têm memória interna, sempre muito grande, e alguns aceitam cartão de memória para que você salve mais livros ainda. Aliás, eles tem a conexão wi-fi para acessarem a plataforma online de e-books a qual estão vinculados (Amazon, Saraiva, Livraria Cultura…). Com isso você pode comprar livros e já começar a lê-los, tudo direto no seu leitor. E eles também disponibilizam vários gratuitamente, viu?

A Amazon, em específico, possui o Kindle Unlimited, uma assinatura mensal de R$19,90 que te dá acesso a milhares de livros, e, agora, o Amazon Prime: uma outra assinatura (de R$9,90 ao mês) que te dá acesso ao Prime Video, Books e Music, além de outras vantagens como frete grátis em diversos produtos. A diferença entre o Prime e o Unlimited, no caso dos livros, é que menos livros ficam disponíveis no Prime e eles têm rotatividade (como os filmes que entram e saem das plataformas de streaming constantemente). No Unlimited são muito mais títulos disponibilizados permanentemente (enquanto você assinar o serviço, claro). Os dois oferecem trinta dias de teste grátis.

kindle: leitor digital da amazon

Leitores digitais têm funções especiais

Uma das funções mais legais dos leitores digitais são os dicionários. Você seleciona uma palavra que desconhece e ele mostra o significado. Se estiver lendo em outro idioma, pode baixar (pelo próprio leitor) o dicionário respectivo e usar da mesma forma. No meu caso, tenho dicionário de inglês no meu leitor. Quando estou lendo um livro e uma palavra me escapa, seleciono e descubro o significado ali mesmo.

Ele também possui a função de anotações e marcações. Você pode passar um “marca texto” em um trecho ou realmente adicionar um comentário sobre algo. Tudo ficará salvo e, através de um menu, você poderá ver tudo o que marcou e anotou naquele livro. É muito prático e, para quem não curte escrever em livros como eu, não dá dó no coração.

E se você tem problema com o tamanho da letra, você pode regular a fonte e o tamanho de todo o texto para sua leitura ficar mais confortável. Por isso, se enxergar as coisas no celular é um problema para você, o leitor digital já arrumou uma solução!

Ah, e tem mais (sim!): a bateria dos leitores digitais dura muito, muito mesmo. Eu nunca precisei carregar o meu por ter acabado a bateria. E eu tenho ele há pelo menos seis anos. Só de plugar no computador para salvar algum arquivo já carregava o que tinha descarregado e eu acabei nunca ficando na mão com ele zerando a bateria. Porém, com leitura intensa e sem essa pequena carga, a expectativa de duração média da bateria é de um mês.

Mas e os livros?

Nunca ninguém disse para você abandonar os livros. A gente sabe que a versão de papel não vai acabar, assim como o rádio não acabou com a existência da televisão. Mas existem vantagens práticas no leitor digital: o preço dos livros, o tamanho, a quantidade de conteúdo que pode transportar, as ferramentas para ajudar na leitura… De fato, é bem útil ter um – eu tenho e gosto bastante.

vale a pena ter um leitor digital?

Porém, o investimento inicial pode ser um pouco alto. O preço do Kindle mais barato, por exemplo, é R$299,00 na Amazon. Se você quiser dar uma olhada nos modelos, veja aqui. Quanto ao Kobo e ao Lev, no momento da redação do artigo eles estavam indisponíveis nos sites da Cultura e da Saraiva.

Quero ler e-books, preciso do leitor?

Não! Se mesmo com as vantagens do leitor digital você não puder ou quiser comprá-lo, você ainda pode ler os livros da Amazon ou da Saraiva nos aplicativos para celular, tablet e até computador! A Kobo, parceira da livraria Cultura, também tem aplicativo! Eles também tem funções de leitura como marcação do texto e carregam seus e-books adquiridos na loja. E sua leitura é salva na nuvem: seja lá em quantos dispositivos você tenha o aplicativo, todos sabem onde você parou. Se você tiver o leitor e os aplicativos, também funciona. No caso do aplicativo Kindle, da Amazon, você pode ter o Unlimited ou o Prime e acessar via aplicativo, ao invés do aparelho.

Sendo assim, leitores digitais são realmente bem legais e uma mão na roda em muitos momentos. Porém, a leitura de e-books não é restrita a quem os possui. No fim, o importante é ler e prestigiar as editoras e autores: precisamos comprar mais livros, ler mais e manter o mercado literário vivo e nossas mentes alimentadas!

Letícia Wilhelm

Escritora, formada em Letras e professora de língua inglesa. Gostaria de rodar o mundo e, mais ainda, criar um próprio para que outros possam visita-lo. Curte observar as pequenas coisas da vida e às vezes contá-las em histórias. Gosta de café e chocolate, de ver a chuva caindo e das tardes laranjas de outono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *