Por que definir mini metas para seus objetivos?

Por que definir mini metas para seus objetivos?

Quando você tem que definir metas para seus objetivos, como você decide o que fazer? Você costuma colocar coisas amplas como “ler mais” ou “emagrecer”? Ou será que você pega listas online de passos para criar hábitos e resolve tentar cumprir? Quantas vezes essas coisas funcionaram para você?

Na leitura, quando você decide ler mais você precisa quantificar esse objetivo: seria mais vezes por semana? Mais livros ao ano? E quanto seria isso? Agora é que o bicho pega. Se você é uma das pessoas da população que é considerada não-leitora, como falei em outro texto no blog, e lê um livro por ano, ou dois, talvez colocar uma meta de ler doze ou mais livros em um ano seja um pouco arriscada demais.

“Ah, mas sempre falam que metas têm que ser ousadas, se não não tem desafio”; é claro, jovem gafanhoto, mas se acalma. A gente já chega aí. Primeiro, vamos entender um fato básico:

Você precisa entender e aceitar a sua realidade
Para manter o hábito de leitura, crie mini metas

Como, eu te pergunto, você vai mudar a sua realidade se você mal sabe onde se encontra no momento? Primeiro, você precisa sentar e se concentrar para analisar o que está acontecendo na sua vida. Agora, com a quarentena, muitos estão em casa, mas será que isso significa que está sobrando tempo? Como está a sua rotina agora (se é que há alguma e, se não houver, por favor arrume isso!)? Quantas tarefas você se comprometeu a cumprir diariamente?

Lista tudo, pensa quanto tempo gasta em cada coisa e o que você acha que não está bom. Entenda como seus horários estão distribuídos e quanto tempo livre você está se oferecendo e quanto você gostaria de ter (seja razoável: ainda precisamos ganhar dinheiro para comer, então não diz vinte e quatro horas por dia de tempo livre).

Elabore uma lista de motivos por que você quer alcançar esse objetivo

Este é um blog voltado para literatura, mas essas dicas são universais. Seguirei com o exemplo de leitura: por que você quer ler? O que esse hábito significaria para você (e não para os outros) e no que ele melhoraria a sua vida e felicidade? Esse tipo de reflexão faz a gente começar a programar nosso cérebro a nosso favor e entender a importância de fazer a atividade que queremos fazer. É, também, com esse momento que compreendemos melhor o que queremos com aquele hábito, ou outro objetivo que seja.

Pense em pequenas metas para seus ojetivos

Elas precisam ser pequenas porque é um hábito e você está aqui, no lado de quem não faz nem um pouquinho dessa atividade. Para ser como um dos famosos leitores de um livro por semana, você precisa começar de algum lugar. Depois de analisar toda a situação em que você está, fica mais fácil saber o que é realizável e, ainda assim, ousado, no seu universo.

Faça listas para criar metas para seus objetivos

Não se esqueça, suas metas precisam ser: realizáveis e ousadas!

Como? Se você leu dois livros em um ano e percebeu que consegue ler por umas cinco horas por semana, divididas em vários momentos ao longo de todos os dias, talvez planejar cinco livros para o próximo seja uma boa meta: a tendência é ao longo do tempo de leitura você começar a ler mais rápido e por mais tempo.

Como eu sei disso? Porque eu fiz exatamente este plano de ação no final de dezembro do ano passado quando estava terminando meu segundo livro do ano (outros que tentei ler, não terminei). De lá pra cá foram oito livros e meio lidos, uma média de um por mês (leve em consideração que esse meio está contabilizando minhas atuais leituras intercaladas como um só). Uma mudança drástica no perfil de não-leitora que eu vinha tendo. Além disso, passei a ler um pouco todos os dias e minha meta, após vencida, foi modificada.

Ao vencer sua mini meta, crie uma nova

Afinal, subir uma escada é escalar um degrau após o outro. Se você chegar em um deles e não subir mais, nunca alcançará o topo. Por isso, é importante reavaliar as metas para seus objetivos ficarem cada vez mais próximos. Mas, e as grandes metas, lá do começo? Ué, um dia você vai chegar em um lugar da escada que vai dizer “eu consigo subir mais dois ou três degraus aqui!”. A luta é sua, a subida é sua. Você, apenas, é que sabe o quanto consegue de uma vez. Mas não se cobre de forma destrutiva. Respeite seus limites e vá esticando eles aos poucos, para evoluírem com você.

Se você gostou das dicas sobre mini metas para seus objetivos, deixa nos comentários uma mini meta sua do momento! Mande perguntas sobre o que mais gostariam de saber para ajudar a criar hábitos mesmo com o mundo louco em que vivemos!

Você precisa usar mini metas para alcançar seus objetivos!
Salve o pin para não esquecer das dicas!

Letícia Wilhelm

Escritora, formada em Letras e professora de língua inglesa. Gostaria de rodar o mundo e, mais ainda, criar um próprio para que outros possam visita-lo. Curte observar as pequenas coisas da vida e às vezes contá-las em histórias. Gosta de café e chocolate, de ver a chuva caindo e das tardes laranjas de outono.

One thought on “Por que definir mini metas para seus objetivos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *